O treinador do Rio Ave admitiu que a equipa de Vila do Conde, que hoje perdeu por 2-5 em casa, não esteve ao seu melhor nível.
«Facilitámos um pouco, entrámos adormecidos e o FC Porto, como boa equipa que é, aproveitou essas oportunidades. Ainda conseguimos reduzir e fiquei um pouco mais satisfeito no intervalo», começou por dizer, este sábado, Carlos Brito na entrevista rápida concedida à Sport Tv.
«Ia com boa expetativa para a segunda parte mas eles geriram à sua maneira e conseguiram avolumar o marcador. Quero agradecer a todos os jogadores por uma época que foi difícil e desgastante. O ano passado conseguimos fazer uma época mais condizente com o nosso estatuto, mas desta vez não foi tão fácil. De qualquer modo são coisas da vida», acrescentou.
Em jeito de resumo da época, Carlos Brito afirmou que o mais importante foi conseguido, a manutenção.
«Foi uma época um pouco aquém do desejado. Não queríamos andar em 5.º ou 6.º mas poderíamos ter melhorado. Sou homem da minha casa, mas o meu futuro vai ser aquele que Deus tiver destinado. A minha preocupação era a manutenção. É uma sensação de dever cumprido», analisou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.