Sereno, de 24 anos, que se transferiu do Vitória de Guimarães para o Valladolid, acredita que exibindo-se a bom nível no clube da principal Liga espanhola pode entrar nas contas do selecionador Carlos Queiroz.

"Eu tenho essa esperança, porque no ano passado estava na seleção (sub-21) e, quando jogava regularmente, todos me diziam que eu podia ir ao Mundial. Vamos ver, depende", sublinhou o central.

Sereno, que falava na apresentação oficial pelos espanhóis, que irá representar até ao final da presente temporada, prometeu dar o seu melhor para ajudar a manter o Valladolid na Liga espanhola.

Questionado se iria continuar ligado ao clube para além do termo do atual contrato, Sereno afirmou que está apenas "preocupado com o presente e só depois irá pensar em termos de futuro".

Apesar de ter tido propostas de outros clubes, Sereno optou pelo Valladolid por considerar que seria o melhor para si, até porque o interesse dos espanhóis nos seus serviços já vem desde o verão.

Sereno afirmou que só não se mudou durante o verão porque o presidente do Vitória de Guimarães, Emílio Macedo, não deixou, mas que tomou a decisão certa ao aproveitar a janela de inverno.

"O treinador Onesimo Sanchez é muito bom e os colegas do plantel são fantástico. O Valladolid é uma equipa que joga bem, mas não tem tido a sorte. Espera que venha a ter a partir de agora", disse.

O diretor desportivo do Valladolid, Olabe Roberto, rotulou Sereno de defesa "versátil, que se adapta a jogar em ambos os lados. vem para equilibrar a linha defensiva e é um excelente executante".

Cumpridas 20 jornadas, o Valladolid segue na 17.ª posição do campeonato, com 18 pontos, apenas mais um do que Saragoça (18.º) e Tenerife (19.º). O Xerez é 20.º e último, com escassos 11 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.