O FC Porto vai regressar ao trabalho na segunda-feira sem nenhum reforço a apresentar no primeiro dia de trabalho de Sérgio Conceição. De acordo com o jornal A Bola, a ausência de caras novas deve-se em grande parte ao fair-play financeiro, mas não apenas devido a isso.

Com efeito, face às imposições europeias, os ‘dragões’ estão vendedores em vez de compradores. O clube foi limitado pelo incumprimento do fai-play financeiro e precisa de angariar 100 milhões de euros em vendas para evitar mais coimas.

Apesar de ninguém ter sido contratado, Sérgio Conceição vai ter algumas entradas no seu grupo de trabalho. Sem André Silva que saiu para o AC Milan, Hernâni e Marega vão entrar nas contas bem como Fede Varela, jogador em que o novo treinador confia.

Nas ausências, o técnico dos ‘azuis e brancos’ sabe que não pode contar com o trio de mexicanos que está na Taça das Confederações bem como com Danilo Pereira que, pelo mesmo motivo, não se apresenta no Olival.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.