Sérgio Conceição assume que lhe foi pedido para terminar com a hegemonia do Benfica nos últimso anos. Em entrevista exclusiva ao Gazetta dello Sport, citada pelo jornal Record, o técnico do FC Porto admitiu essa intenção.

"Pediram-me para interromper o domínio do Benfica [...] Somos primeiros no campeonato e queremos o título. Mas não esqueço a Taça de Portugal enquanto que na Champions queremos fazer uma boa figura", referiu o técnico, que lembrou o jogo "perfeito" no Mónaco, mas não caindo em ilusões.

"Mas calma, foram apenas 90 minutos. O grupo, com Leipzig e Besiktas, é complicado e equilibrado. Não é como outros onde os valores são muito diferentes. Será preciso lutar", avisou.

O treinador dos 'dragões' espera ter reforços em janeiro, visto que "o plantel é curto em termos numéricos".

"Inevitavelmente, mas há o fair play financeiro. Já no verão tivemos que confiar nos jogadores que regressaram de empréstimo, como Aboubakar, Marega, Sérgio Oliveira, Reyes, Ricardo Pereira e Hernâni. Ainda assim, tentaremos fazer qualquer coisa", explicou

Quanto à saída de André Silva para o AC Milan, o técnico é taxativo.

"Como recusar um número daqueles? [foi vendido por 40 milhões de euros]", questionou Conceição, que deixou elogios ao avançado português.

"Conheço muito bem a Serie A, nunca é fácil. Na Europa está a marcar muitos golos, mas o campeonato é diferente. Tem qualidade e é jovem, logo veremos."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.