Sérgio Oliveira, jogador do Paços de Ferreira, elogiou hoje a qualidade dos futebolistas portugueses e pediu paciência para o trabalho que está a ser feito nas seleções e para os valores que começam agora a surgir.

"Devemos todos querer o bem de Portugal e não concordo quando se diz que não há qualidade [nos jogadores portugueses]. Estão a surgir jogadores e é preciso ter um pouco de paciência", disse Sérgio Oliveira, em declarações à agência Lusa.

O médio pacense diz não ter dúvidas de que a seleção principal de Portugal vai estar presente no Europeu de 2016, apesar do mau arranque (derrota caseira e inédita com a modesta Albânia, por 1-0), insistindo na tese da qualidade do futebolista luso.

Sem necessidade de recorrer aos futebolistas lusos mais consagrados, Sérgio Oliveira deu o exemplo da seleção de sub-21 para dizer que "há imensa qualidade", explicando que "não são apenas os resultados que o podem dizer, mas também o trabalho de cada jogador nos seus clubes".

"Temos um lote muito alargado de jogadores com imensa qualidade e vai ser muito difícil para o selecionador escolher 21 ou 23, pois podíamos bem fazer duas ou três grandes equipas", sublinhou.

Segundo Sérgio Oliveira, a campanha imaculada de Portugal até ao "play-off" de acesso à fase final do Campeonato da Europa de sub-21 de 2015, único caso de 100 por cento de vitórias entre as 14 seleções presentes no sorteio de sexta-feira, atesta "a qualidade e o trabalho que tem sido feito".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.