Joaquim Evangelista falava à Agência Lusa no final de uma audição no Parlamento, no âmbito da petição a favor da introdução de novas tecnologias no futebol.

"Se um agente desportivo fizer da sua actividade profissão, estará assim melhor preparado para a exercer", disse.

O presidente do Sindicato dos jogadores reconheceu ainda que esta iniciativa da Liga Portuguesa de Futebol Profissional pode "ajudar a mudar a cultura dos dirigentes em Portugal".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.