Sónia Carneiro, diretor executiva da Liga, esteve presente no primeiro painel do segundo dia do World Scouting Congress e falou da atual situação do futebol em Portugal.

"Em Portugal não há capacidade para reter talento. A Liga portuguesa faz um esforço para ser mais bonita, mas repare-se que os cinco primeiros classificados do campeonato fizeram 684 milhões de euros em vendas entre 2012 e 2019", começou por explicar.

Para esclarecer melhor as dificuldades do campeonato português, Sónia Carneiro fez comparações com outros campeonato, como o italiano.

"Os benefícios fiscais para os futebolistas em Itália são um terço dos praticados em França ou em Espanha. Acredito que isso atraia mais talentos, como é o caso do nosso maior talento, o Cristiano Ronaldo", acrescentou.

Por fim, a diretora-executiva da Liga falou ainda das situações registadas recentemente fora de campo. "Sem prejuízo de ser indústria, o futebol tem de continuar a ser emoção, espetáculo. Ainda que tenhamos muito talento dentro do campo, continua a haver muito ruído", lamentou Sónia Carneiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.