Sousa Cintra reagiu esta quinta-feira através de um curto comunicado à imprensa sobre as informações veiculadas recentemente de que tinha sido arrolado como testemunha do Benfica no caso e-Toupeira na sequência do requerimento de abertura de instrução apresentada pela SAD da Luz.

"Venho por este meio informar que, embora seja amigo do presidente Luís Filipe Vieira, não autorizei o meu nome como testemunha do Benfica. O meu clube é o Sporting Clube de Portugal e não tenho nada a ver com o nosso clube rival", pode ler-se na nota enviada às redações pelo ex-presidente da SAD do Sporting.

Recorde-se que no requerimento de abertura de instrução do processo e-Toupeira,  a SAD do Benfica solicitou a inquirição de 17 testemunhas, das quais se destacam Fernando Gomes (presidente da FPF), Pedro Proença (presidente da Liga), António Salvador (presidente do Braga), Júlio Mendes (presidente do V. Guimarães) ou Sousa Cintra (ex-presidente da SAD do Sporting).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.