O Sporting aprovou hoje o Relatório e Contas de 2015/2016, documento que recolheu 98% de votos favoráveis em Assembleia Geral do clube 'leonino'.

No final da reunião magna sportinguista, com a presença de algumas dezenas de sócios, o presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, considerou a votação demonstrativa 'da forma pacífica' como o clube está a ser gerido.

"Se houvesse polémica estariam cá centenas ou milhares. Isto é demonstrativo da forma pacífica que o Sporting CP está a ser gerido e por isso não há problemas. A não presença é um voto de confiança e de apoio. Essa é a minha leitura", afirmou.

Jaime Soares enalteceu ainda a intervenção do presidente do Conselho Diretivo, Bruno de Carvalho, nomeadamente as palavras de incentivo após o empate (3-3) com o Vitória de Guimarães, no sábado.

"Questiono-me que discurso poderia ter tido que não de incentivo, de força, de animar a equipa e dizer-lhes que por morrer uma andorinha não acaba a primavera. É algo que ninguém estava à espera neste percurso. Só quem não assistiu ao jogo é que não reconhece a força e a capacidade anímica da equipa. São situações que nos dão mais força para continuarmos a lutar pelo objetivo de sermos campeões nacionais", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.