O Sporting empatou com o Marítimo a uma bola (1-1) no estádio dos Barreiros, e quem pode beneficiar é o FC Porto que pode cavar uma vantagem de oito pontos no topo da classificação.

Veja o resumo da partida

Na 24.ª da I Liga, os leões defrontavam os maritimistas nos Barreiros, tradicionalmente uma deslocação sempre difícil para os Grandes, com o FC Porto a já ter desperdiçado dois pontos frente aos insulares em 21/22.

Com Paulinho e Slimani no onze, mas sem Palhinha, Pedro Gonçalves ou Pablo Sarabia, o Sporting viu-se a perder logo à passagem do minuto 5´. André Vidigal cruzou, Nuno Santos fez um corte e Bruno Xadas bateu Adán para o primeiro da partida.

Os leões tentaram responder de pronto, com Slimani a falhar uma excelente oportunidade. O argelino não conseguiu finalizar da melhor forma, depois de um cruzamento para a área.

Numa primeira parte frenética, o Marítimo reagiu com um remate de Beltrame, a que Adán se opôs com eficácia. Aos 21´, o Sporting voltou a estar próximo do golo do empate: Excelente iniciativa dos leões, com Bragança a combinar com Paulinho, mas no momento da finalização, o médio demorou muito tempo e acabou por se perder mais uma excelente oportunidade.

O golo do empate do Sporting acabou por aparecer à passagem do minuto 38´. Matheus Reis conseguiu furar, cruzou atrasado para Slimani que finalizou da melhor forma para o fundo das redes.

Na resposta, o Marítimo viu um golo ser anulado a Alipour. Xadas no momento do passe foi apanhado na posição de fora de jogo. Já perto do intervalo, susto para o Marítimo, com Paulo Victor a largar a bola e com Gonçalo Inácio quase a aproveitar.

Na etapa complementar, o ritmo frenético da primeira parte mudou radicalmente e o Sporting teve dificuldades em criar ocasiões de perigo. Os leões apertaram o cerco nos últimos minutos, com Rúben Amorim a lançar Marcus Edwards e Vinagre.

Contudo, a equipa verde e branca não conseguiu encontrar o caminho da baliza. Aos 75´, um dos momentos do jogo e que ditou um pouco o que foi o desfecho da partida. Pedro Porro disparou um míssil, com a bola a beijar a linha e embater no poste.

Por duas vezes, ao minuto 85 e 86, Coates teve oportunidade para fazer o que costuma fazer: Resolver jogos nos últimos minutos. Primeiro cabeceou ligeiramente ao lado depois de cruzamento de Matheus Reis. No minuto a seguir, com tudo para fazer o golo após cruzamento de Paulinho, voltou a não acertar com o alvo.

Com este resultado, o Sporting pode ficar a oito pontos do FC Porto e com quatro de vantagem sobre o Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.