O Sporting venceu este domingo o Belenenses SAD por 8-1 em jogo a contar para a 32.ª jornada do campeonato nacional, e somou o nono triunfo consecutivo na prova com Marcel Keizer no comando técnico. Um erro de Muriel aos 11 minutos permitiu a Raphinha abrir o marcador para os 'leões' enquanto que Luiz Phellype dilatou a vantagem para o Sporting pouco antes do intervalo. No segundo tempo, Licá ainda reduziu aos 60 minutos, mas os 'leões' de Keizer acabaram por materializar a sua superioridade com golos de Gudelj, Bruno Fernandes, Bas Dost e Doumbia.

Depois de garantir o terceiro lugar esta época com a derrota do SC Braga frente ao Marítimo, o Sporting apresentou-se no Estádio do Jamor frente ao Belenenses SAD com duas alterações em relação ao jogo da jornada anterior com o Vitória de Guimarães. Marcel Keizer apostou em Borja e Gudelj na equipa titular e deixou Diaby e Doumbia no banco de suplentes. O Sporting entrou melhor na partida e logo aos 2 minutos de jogo esteve perto do golo valendo ao Belenenses SAD um corte em cima da linha de Cleylton após remate rasteiro de Gudelj. O médio sérvio aproveitou uma perda de bola de Eduardo que obrigou Muriel a sair aos pés de Luiz Phellype para afastar da área, mas Cleylton bem posicionado impediu o 1-0.

Aos 10 minutos, o Sporting abriu o marcador no Estádio do Jamor por intermédio de Raphinha depois de um erro de Muriel. O guarda-redes fez um mau passe e deixou a bola à mercê de Raphinha quando tentava lançar a sua equipa para o ataque. O avançado brasileiro dos 'leões' aproveitou e rematou para a baliza vazia para o 1-0.

Em vantagem no marcador, o Sporting intensificou os 'assaltos' à área contrária. Bruno Fernandes atirou rasteiro aos 13 minutos com perigo, mas a bola acabou por sair ao lado da baliza de Muriel. Aos 21 minutos, a formação comandada por Silas ficou em inferioridade numérica com a expulsão de Muriel na sequência de uma jogada entre Bruno Fernandes e Raphinha. O médio português do Sporting desmarcou Raphinha na frente, e Muriel ao tentar desarmar o avançado brasileiro acabou por fazer falta e ver o cartão vermelho direto. Na sequência do livre direto, Bruno Fernandes atirou com perigo mas ligeiramente por cima da baliza, agora ocupada pelo jovem Guilherme Oliveira.

O Sporting aproveitou a superioridade numérica no jogo para pressionar ainda mais a equipa do Belenenses SAD, e aos 29 minutos Bruno Fernandes voltou a colocar Guilherme Oliveira à prova com um remate perigoso que o guardião de 24 anos defendeu com as pernas. O Belenenses ainda tentou reagir com um remate de Licá aos 34 minutos, mas Renan estava a controlar o lance e a bola acabou por sair longo do poste esquerdo da baliza leonina.

Antes do intervalo, a equipa de Marcel Keizer dilatou a vantagem aos 46 minutos com Luiz Phellype a fazer o sétimo golo da conta pessoal no campeonato nacional. O avançado brasileiro rematou forte à baliza do Belenenses SAD com Guilherme Oliveira a ficar 'mal na fotografia'. O guardião português ainda tocou na bola, mas não conseguiu travar o remate forte do avançado leonino.

A segunda parte começou com mais um lance de perigo junto à área do Belenenses SAD com Guilherme Oliveira a negar o golo a Bruno Fernandes. Após um passe de Luiz Phellype, o capitão leonino desferiu um remate e viu o guarda-redes da casa afastar o esférico com o pé direito.

Aos 61 minutos, o Beleneneses reduziu por intermédio de Licá na sequência de um mau passe de Mathieu para Borja. Matija interceptou a bola e seguiu para a área onde obrigou Renan a uma defesa apertada, mas incompleta. A bola sobra então para Licá que só tem de encostar para o 2-1.

Apesar da reação da equipa de Silas, a vantagem da equipa do Sporting acabou por ser dilatada quatro minutos depois por intermédio de Gudelj. O médio sérvio rematou 'do meio da rua' para o 3-1 com a bola a desviar ainda em André Santos e a enganar Guilherme Oliveira.

Num lance aos 69 minutos, o árbitro João Capela assinalou uma grande penalidade a favor do Sporting por falta de Sagna sobre Luiz Phellype. Chamado à conversão do castigo máximo, Bruno Fernandes ampliou a vantagem leonina ao rematar de pé direito com toda a calma e a enganr o guarda-redes que caiu para o lado contrário. Estava feito o 4-1.

Já com a equipa do Belenenses SAD completamente de 'rastos', o Sporting foi à procura de um resultado ainda mais dilatado. Aos 64 minutos, Luiz Phellype apareceu em boa posição na área adversária, mas optou por fazer um passe atrasado para o Bruno Fernandes, que só teve de escolher o lado e atirar rasteiro para o 5-1.

Aos 76 minutos, Marcel Keizer lançou Bas Dost no jogo e o avançado holandês só precisou de um minuto em campo para deixar a sua marca no encontro. Na primeira vez que tocou na bola, Bas Dost surgiu com perigo na área do Belenenses SAD e rematou para a defesa incompleta de Guilherme Oliveira. A bola sobrou para o internacional holandês que à segunda não falhou para fazer o 6-1.

Poucos instantes depois do golo de Bas Dost, o avançado holandês esteve perto de 'bisar' com um remate rasteiro ao poste da baliza do Belenenses. Um minuto depois desse lance, um cruzamento de Acuña encontrou Bruno Fernandes na área e depois de armar o remate faz o seu primeiro hat-trick para fixar o resultado em 7-1.

Mesmo a terminar o jogo, Doumbia ainda fez o 'gosto ao pé' ao apontar o 8-1 aos 90 minutos. Com este resultado, o Sporting somou o nono triunfo consecutivo na prova e continua na luta pelo segundo lugar caso o FC Porto perca o próximo jogo frente ao Nacional da Madeira. A formação de Alvalade segue no terceiro posto com 73 pontos, enquanto os 'azuis' estão no nono posto com 40.

Veja todos os golos do jogo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.