O Sporting nega qualquer agressão de Carrillo ao sadino Miguelito, no final do encontro que o Vitória de Setúbal venceu por 1-0, impondo a primeira derrota aos leões na era Sá Pinto.

«O que está no relatório do árbitro é que Carrillo encostou a mão na cara de Miguelito e que viu o cartão vermelho por atitude antidesportiva», disse fonte dos leões ao Correio da Manhã, acrescentando que «é mentira» que o peruano tenha dado uma «chapada» ao defesa sadino.

«O que se passou foi que o Miguelito insultou Carrillo. Disse-lhe que não estava na terra dele e até lhe chamou filho da … Carrillo reagiu e encostou-lhe a mão na cara. Durante o encontro, aliás, Miguelito provocou várias vezes Carrillo», frisou a mesma fonte.

No entanto, o defesa sadino mantém a sua versão de que foi agredido e não nega que tenha havido palavras menos simpáticas para com o médio do Sporting.

«São coisas do futebol. Carrillo fez o mesmo. Com a cabeça quente, é natural que se façam coisas menos corretas», explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.