Em causa está um pontapé com que o médio espanhol atingiu o defesa central do Vitória de Guimarães Valdomiro, na sequência de um canto, acção que passou despercebida ao árbitro do encontro, o madeirense Elmano Santos.

O Benfica dispõe agora de 48 horas para solicitar a abertura do processo disciplinar e, caso o faça, corre o risco de ver agravada a pena aplicada ao jogador.

Fonte do Benfica disse à Lusa que o clube vai analisar os fundamentos da deliberação e só depois decide se avança.

Se o clube a Luz não se manifestar nesse período, a pena tornar-se-á automaticamente efectiva e Javi Garcia terá de a cumprir.

Para já, o médio não está impedido de defrontar quarta-feira a União de Leiria, em jogo antecipado da 20.ª jornada da Liga, uma vez que decorre ainda o período de 48 horas de que o Benfica dispõe para solicitar a abertura do processo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.