Rafael Leão foi condenado pelo Tribunal Arbitral do Desporto a pagar 16,5 milhões de euros ao Sporting no processo relacionado com a rescisão de contrato unilateral com os leões, depois da invasão à Academia de Alcochete.

De acordo com informação avançada pelo jornal 'A Bola', esta decisão do TAD surge na sequência da queixa apresentada pelo Sporting contra o jogador e contra o Lille.

O Sporting exigiu pela rescisão unilateral do contrato de trabalho sem justa causa, ser indemnizado por Rafael Leão em mais de 45 milhões de euros, mas o TAD referiu que o valor de mercado do jogador seriam os 16,5 milhões de euros. Os verdes e brancos também estão obrigados a indemnizar o jogador em 40 mil euros pela prática de assédio moral. O avançado tinha pedido 100 mil euros.

Depois da saída do Sporting, o jogador assinou pelo Lille e foi vendido ao AC Milan no último defeso por 35 milhões de euros.

A decisão do TAD poderá alvo de recurso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.