Mehdi Taremi pediu desculpas pela sua expulsão no clássico entre FC Porto e Benfica, que terminou empatado a uma bola.

O avançado iraniano recorreu às redes sociais para dar a sua versão do vermelho direto, mostrado pelo árbitro Luís Godinho após alertado pelo VAR e depois de rever as imagens no monitor. Num momento inicial, tinha mostrado apenas amarelo pela falta dura sobre Otamendi.

"Peço imensa desculpa a todos os meus colegas, equipa técnica, a todos os adeptos do FC Porto e equipa de arbitragem pelo meu cartão vermelho. A minha intenção foi jogar a bola e nunca lesionar o jogador do Benfica. Sinto uma enorme tristeza neste momento, por deixar o FC Porto com 10 jogadores numa altura tão crucial do jogo", escreve Taremi no Twitter.

Taremi, que fez o gol do FC Porto, vai assim falhar a meia-final da Taça da Liga na próxima terça-feira, frente ao Sporting.

O FC Porto e o Benfica empataram, esta sexta-feira,  1-1, em jogo da 14.ª jornada da I Liga de futebol, disputado no estádio do Dragão, com ambas as equipas a continuarem a quatro pontos do líder Sporting.

A jogar fora, o Benfica inaugurou o marcador aos 17 minutos, com um golo do defesa espanhol Grimaldo, mas o FC Porto conseguiu chegar ao empate aos 25, através do avançado Mehdi Taremi. O iraniano acabou por ver um cartão vermelho direto aos 73, deixando os ‘azuis e brancos’ com menos um jogador em campo.

Com este empate, o FC Porto e o Benfica estão no segundo lugar, ambos com 32 pontos, mantendo os quatro de diferença para o líder Sporting (36), que também hoje empatou em casa com o Rio Ave (1-1).

https://desporto.sapo.pt/futebol/jogo/fc-porto-vs-sl-benfica-667762

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.