João Gabriel, diretor de comunicação do Benfica, mostrou toda a revolta do emblema lisboeta numa entrevista ao jornal desportivo "A Bola". Poucos dias depois de o FC Porto se ter sagrado bicampão nacional, o responsável pela imagem do clube da Luz culpa os árbitros pelo facto de o Benfica não ter ganho o campeonato.
«A classificação está aldrabada. O título do FC Porto deste ano é um tributo da arbitragem ao FC Porto e o convite de Pedro Proença para apitar o jogo deste sábado foi uma justíssima homenagem. A partir de um determinado momento foi evidente que o Benfica passou a ser prejudicado. É curioso que o ano passado o ataque verificou-se logo nas primeiras jornadas do campeonato, este ano sucedeu o contrário, aconteceu tudo na parte final, mas tudo o resto foi exatamente igual: descarado», afirmou o diretor de comunicação do Benfica.
Vítor Pereira, treinador do FC Porto, disse que as justificações do Benfica  serviam para assobiar para o lado.
«É uma afirmação tão válida como dizer que ele continuará a ser o treinador do FC Porto na próxima época. Assobiar para o lado é ignorar o que se passou nesta fase final do campeonato com algumas arbitragens», referiu o diretor de comunicação do emblema encarnado.
Sobre a continuidade de Jesus no comando técnico, João Gabriel disse que o treinador «devolveu ao Benfica um futebol de qualidade como há muito não se via».
«Trabalha bem os jogadores, tem uma marca, conseguiu fixar, nestes últimos três anos, o Benfica na luta pelo acesso a meias-finais e finais das provas UEFA, mas infelizmente não conseguimos o objetivo principal que era ganhar o título da Liga esta época. Não temos de mudar de treinador, temos é de mudar de árbitros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.