O FC Porto venceu, este domingo, o Tondela por 1-0. O único golo da partida foi apontado por Aboubakar ainda na primeira parte. A equipa azul-e-branca somou a segunda vitória consecutiva no campeonato.

Depois da estreia com uma goleada no arranque do campeonato (4-0 frente ao Estoril), a equipa portista queria dar continuidade à senda vitoriosa no terreno do Tondela. Sobretudo depois de na temporada passada ter tido muita dificuldades em se impor fora do dragão.

O próprio Sérgio Conceição tinha revelado na conferência de imprensa de antevisão do embate, que prepara da mesma forma as partidas em casa ou fora, quando questionado sobre as dificuldades portistas nos jogos fora de portas em 16/17. Em relação à equipa inicial, o técnico só alterou um jogador em relação ao duelo com os estorilistas. Entrou Marega no onze para o lugar do lesionado Tiquinho Soares.

O FC Porto teve bastantes dificuldades em explanar o seu jogo na etapa inicial. O Tondela bem organizado defensivamente ia impedindo como podia os ímpetos da equipa azul-e-branca. Os homens de Sérgio Conceição tinham posse de bola, mas não encontravam soluções para abrir espaços e criar situações de perigo.

Pode-se dizer que na sua primeira real situação de perigo, o FC Porto chegou ao golo. Trabalho de grande categoria de Corona, que depois cruzou para a área. A bola sobrou para Alex Telles, que tentou o remate, esta sobrou para Aboubakar que só à segunda conseguiu bater Cláudio Ramos.

O golo moralizou a equipa portista, e o Tondela - que tinha assente o seu jogo numa excelente organização ofensiva, sentiu o toque. Como resultado da desorganização da equipa da casa, o FC Porto podia ter chegado ao segundo. Excelente jogada de entendimento da equipa azul-e-branca, com o maliano Aboubakar a falhar de forma incrível no momento do remate.

No segundo tempo, o FC Porto entrou forte e podia ter evitado uma ponta final algo nervosa se tivesses concretizado as oportunidades criadas. Para além de continuar com o domínio do jogo, a equipa de Sérgio Conceição conseguiu ser mais incisiva na criação de situações de golo. Aboubakar esteve perto de matar o jogo aos 63 minutos, com um remate ao poste. Como o FC Porto não matou, foi o Tondela quem cresceu no jogo.

Aos 72 minutos, Alex Teles tirou a bola dos pés de Wagner quando este se preparava para fazer o empate. Pouco depois foi Casillas que se mostrou, com uma bola defesa a remate de David Bruno.

Com os três pontos em perigo, Sérgio Conceição reforçou o meio campo com a entrada de André André e o FC Porto sofreu até ao fim para segurar a vantagem. Em cima do minuto 90, Wagner voltou a colocar Casillas à prova, mas o guardião segurou o empate.

Com este triunfo frente ao Tondela, o FC Porto somou o seu segundo triunfo consecutivo no campeonato.

Veja o resumo da partida

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.