Um golo aos 91 minutos evitou a derrota do Paços de Ferreira diante do Tondela, em jogo da 32.ª ronda da I Liga. Com o empate, o Tondela deixou os lugares de despromoção da I Liga portuguesa de futebol

Aos 12 minutos Pedro Trigueira teve de voar para negar o golo a Nuno Lima, central dos Castores, num desvio de cabeça.

O Tondela, a lutar pela manutenção diante de um tranquilo Paços de Ferreira, nem sempre teve o melhor discernimento na abordagem às jogadas. Aos 11, Eduardo Quaresma borrou a pintura, Nuno Santos tentou um chapéu mas Pedro Trigueira recuperou terreno e ficou com a bola.

Aos 26 minutos, Boselli teve uma perdida incrível para o Tondela. Salvador Agra insistiu, Butzke insistiu e meteu na área mas, solto de marcação, Boselli deu mal na bola e falhou um golo cantado.

Os beirões marcaram aos 32 minutos, por Salvador Agra. Rafael Barbosa tabelou com Agra, o médio meteu na área onde Tiago Almeida deu de cabeça para Salvador Agra encostar no poste contrário e fazer o 1-0.

À beira do intervalo, o arbitro Fábio Veríssimo anulou um golo ao Tondela, após alerta do VAR. Rafael Barbosa meteu em Boselli que marcou mas o avançado estava adiantado no momento do passe.

Ao intervalo, César Peixoto apostou mais no ataque, ao trocar Rui Pires por Denilson e o Paços de Ferreira cresceu muito.

Aos 52, Denilson Júnior falhou o empate.

Aos 54, um dos falhanços que pode ter impacto na época do Tondela. Boselli aguentou vários adversários, isolou-se perante André Ferreira mas atirou ao lado. Seis minutos depois, novo falhanço, este mais incrível. Boselli apareceu isolado após passe rasteiro, passou pelo guardião André Ferreira e deixou em Rafael Barbosa que, com a baliza escancarada, atirou ao poste. Incrível!

O Paços de Ferreira, que dominava o jogo e procurava o empate, conseguiu os objetivos aos 92 minutos, por Lucas Silva, após centro de Hélder Ferreira. A defensiva do Tondela não afastou a bola e Lucas Silva apareceu ao segundo poste a encostar.

Denilson Júnior teve nos pés a vitória, aos 90+8 mas, na hora de rematar, escorreu e falhou um golo cantado. Terminou o jogo a chorar, já que aos 66 também tinha falhado outro golo.

O Tondela terminou em sofrimento, após Sagnan ser expulso com duplo amarelo aos 90+2.

Com o quarto jogo consecutivo sem vencer no campeonato, o Tondela subiu ao 16.º lugar, de acesso ao 'play-off' de manutenção, com 27 pontos, um acima da zona de despromoção, enquanto o Paços de Ferreira se isolou no sétimo posto, com 38.

Este empate permite ainda ao Famalicão confirmar a manutenção, ficando agora a luta pela permanência para cinco equipa: Belenenses SAD, Moreirense, Tondela, Vizela e Arouca.

Veja o resumo do jogo!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.