O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, disse esta sexta-feira passar ao lado da polémica sobre as arbitragens no futebol português, acreditando no profissionalismo das três equipas no jogo com o FC Porto, no sábado.

Numa conferência de antevisão ao encontro da 16.ª jornada da I Liga dominada pelos protestos crescentes sobre as arbitragens, Vasco Seabra preferiu desvalorizar os efeitos das alegadas ameaças de adeptos portistas a Artur Soares Dias, árbitro que vai dirigir o jogo entre Paços e FC Porto.

"Não interfere em nada. Estamos apenas focados no nosso jogo, nos nossos jogadores e comportamentos. Nunca falámos do árbitro antes de cada jogo e esse é o caminho que iremos seguir. Focamo-nos nas nossas decisões e comportamentos, no que é essencial, que é o que controlamos", disse Vasco Seabra.

Numa atitude apaziguadora, o técnico pacense preferiu destacar a qualidade dos intervenientes no jogo de sábado, defendendo que "vão estar três grandes equipas em campo".

"Acredito que nós, o FC Porto e os árbitros nos vamos focar nos nossos comportamentos e nas decisões que controlamos. Somos todos profissionais e, se gostamos do jogo, gostamos de jogar", afirmou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.