O treinador do Santa Clara disse hoje que o jogo frente ao Portimonense, para a I Liga de futebol, tem uma "carga emocional acrescida", porque em caso de vitória os açorianos ficam com a manutenção praticamente assegurada.

"[Este jogo] tem uma carga emocional acrescida porque enfrentamos um adversário direto para o objetivo principal e sabemos que no final desta partida poderemos concluir a primeira fase [dos objetivos da equipa] que é manutenção", disse hoje João Henriques em conferência de imprensa, na Cidade do Futebol, casa do Santa Clara até ao final do campeonato devido à covid-19.

Apesar do Santa Clara não assegurar matematicamente a manutenção em caso de vitória frente ao Portimonense, o treinador da formação açoriana acredita que a permanência do clube na I liga fica "praticamente" garantida caso o clube chegue aos 37 pontos.

"Cavar uma vantagem dessas [17 pontos acima da zona de despromoção] a sete jornadas do fim é obviamente um passo muito importante para nós encerrarmos praticamente a questão da manutenção", afirmou.

Uma vitória na receção à equipa algarvia permitirá "abrir os horizontes" dos açorianos para atingir outros "objetivos intermédios" como superar os 42 pontos da época transata.

João Henriques assinalou que a sua equipa vai ser "pragmática, eficaz, organizada e competitiva" para defrontar um Portimonense, que considerou "muito difícil de ultrapassar".

"O Portimonense é uma equipa que demonstrou nestas duas últimas jornadas que é uma equipa com grandes jogadores, uma equipa que neste momento está muito bem orientada, uma equipa na verdadeira aceção da palavra, com muita qualidade em termos coletivos", realçou.

Nas últimas duas jornadas, o Portimonense venceu o Gil Vicente (1-0) e empatou com o Benfica (2-2).

Para o treinador do Santa Clara, se antes não era "novidade" referir a qualidade individual do Portimonense, os últimos dois jogos do adversário demonstraram uma equipa com "grande qualidade coletiva".

"Os pontos e a tabela classificativa não correspondem ao real valor daquilo que é o Portimonense. Estamos sobreaviso sobre isso. Nós sabemos, todas as equipas sabem aliás, do valor individual e coletivo do atual Portimonense", apontou.

O Santa Clara vem de uma vitória diante do SC Braga (3-2) e de um empate com o Vitória de Setúbal (2-2).

Para uma equipa que tem sido apontada como pouco eficaz ao longo da época, os cinco golos nos últimos dois jogos devem-se à confiança dos jogadores "neste momento".

"Nós estamos numa fase em que continuamos a criar oportunidades à semelhança do que fizemos anteriormente, mas neste momento com mais eficácia devido à confiança e à estabilidade da equipa na tabela classificativa", referiu.

João Henriques assumiu que a "gestão do esforço" é um dos critérios para a escolha da equipa para o próximo jogo, devido ao elevado número de jogos em poucos dias.

"Vamos é estar preocupados em colocar em campo aqueles que nós sentimos que estão em melhores condições e, obviamente, as questões físicas são um dos fatores que temos em consideração", destacou.

Santa Clara, oitavo classificado com 34 pontos, vai defrontar o Portimonense, 17.º com 20, na próxima quarta-feira, às 18:00, na Cidade do Futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.