O treinador do Santa Clara, João Henriques, disse hoje querer conquistar três pontos "muito importantes" frente ao Vitória de Setúbal para a equipa dar "mais um passo" para assegurar a manutenção na I Liga de futebol.

"Sabemos que estamos mais perto [da manutenção]. Não sabemos qual é a pontuação exigível para garantirmos essa manutenção, mas nós olhamos jogo a jogo e esses três pontos são muito importantes para darmos mais um passo em direção àquilo que é o nosso objetivo", afirmou João Henriques na Cidade do Futebol, casa da equipa açoriana até final do campeonato devido à covid-19.

Antevendo a deslocação ao terreno do Vitória de Setúbal, o treinador do Santa Clara assumiu que uma vitória no encontro da 26.ª jornada do campeonato (e atingir 36 pontos) dará "conforto" à equipa na procura da manutenção.

Sobre o adversário, João Henriques disse tratar-se de uma "equipa difícil de ultrapassar" sobretudo quando joga em Setúbal.

"É uma equipa que em casa tem sido difícil de bater. Independentemente do adversário, foi sempre uma equipa que trabalha bem, que é organizada e que é agressiva", destacou.

O Santa Clara vem de uma vitória diante do SC Braga por 3-2, naquele que foi o primeiro jogo da equipa açoriana como visitada na Cidade do Futebol.

O técnico da formação insular disse estar satisfeito com o percurso da equipa na segunda volta do campeonato, onde em oito jogos somou cinco vitórias, duas derrotas (frente ao FC Porto por 2-0 e Moreirense por 2-1) e um empate (diante de Gil Vicente por 1-1).

"Esta segunda volta para nós tem sido muito positiva. Queremos dar continuidade a isso. Não estamos satisfeitos nem relaxados com o que conquistámos agora. Estamos muito satisfeitos, mas com muita ambição para continuar este trajeto", assinalou.

O treinador de 47 anos disse que a equipa está habituada a jogar com pouco tempo de recuperação devido às viagens que já realizava entre os Açores e o continente.

"Desde há muito que estamos habituados a termos microciclos mais curtos pelas viagens que tínhamos anteriormente. Agora, não temos as viagens e temos um espaço bom para recuperar", disse.

Um dos jogadores mais utilizados da equipa, Fábio Cardoso, com 26 jogos esta temporada, não irá jogar frente ao Vitória de Setúbal devido a suspensão (quinto amarelo), mas Henriques mostrou-se tranquilo quanto à ausência do central.

"Felizmente o Santa Clara tem plantel muito equilibrado e isso dá-nos todas as garantias independentemente do jogador que saia e venha a substituir. Estamos muito tranquilos", declarou.

O treinador dos açorianos disse ser "benéfica" a possibilidade de serem realizadas cinco substituições (aprovada pela Liga), salientando que a opção já deveria ter sido implementada na jornada anterior.

João Henriques disse ainda defender o aumento do número de jogadores no banco suplentes para onze, de modo a existir igualdade entre o número de jogadores no banco e em campo.

"Por isso é que defendo mais jogadores no banco: mais opções para o treinador, menos dores de cabeça para o treinador e mais motivação para os jogadores. Acho que toda a gente tirava vantagens", frisou.

Santa Clara, nono classificado com 33 pontos, vai defrontar o Vitória de Setúbal, 12.º com 29, na quarta-feira, às 16:00, no estádio do Bonfim, em Setúbal, a contar para a 26.ª jornada da I Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.