Ulisses Morais mostrou-se hoje com expetativa alta e confiança reforçada para a estreia como técnico no Beira-Mar, na deslocação a Vila do Conde, para defrontar o Rio Ave, em partida da 21ª jornada da Liga.

Em conferência de imprensa, o treinador dos aveirenses mostrou-se otimista: «Estou com uma expetativa alta e segura e a confiança está muito reforçada», disse, acrescentando: «A postura do grupo é de estar disponível, só falta perceber se no momento vai corresponder».

Morais afirmou que a vertente psicológica é determinante para a resposta que a equipa vai dar em campo: «Estamos a falar de pessoas, se há área que domino, ou tenho obrigação de dominar, pela minha formação, é o entusiasmo pela vida, é lidar com a mente».

O treinador sublinhou que não teve tempo para operar mudanças estruturais no conjunto de Aveiro: «As mudanças de fundo não são possíveis em virtude de ausências, mas se houver alguma coisa na estrutura que nos ajude a ganhar, será mudado».

«Vou olhar para este jogo como se fosse o último, pedindo à equipa que pense da mesma forma», afirmou o técnico, que garantiu: «Esse vai ser o sentimento até ao final da época para conquistar o maior número de pontos».

Ulisses Morais defendeu que não há favoritos para a partida com o Rio Ave: «Se tiverem tanta responsabilidade como nós, isto é 50/50», sublinhando que a equipa de Carlos Brito «é forte» e «vale pelo coletivo».

O técnico dos aveirenses garantiu que o conjunto aveirense «não vai ficar à espera do adversário» e que vai a Vila do Conde para «discutir o jogo e os pontos», disse.

O encontro entre o Beira-Mar, 13º classificado com 17 pontos, e o Rio Ave, na 11ª posição com 18, está marcado para domingo pelas 16h00 e vai ser apitado por Artur Soares Dias, da AF Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.