O FC Porto recebe no sábado o Sporting em clima de festa, após a conquista matemática do 26.º título, num jogo determinante para os “leões”, que perseguem ainda um lugar na Liga dos Campeões em futebol.

Na 29.ª e penúltima jornada, com todos os jogos agendados para as 20h30 de sábado, estão em discussão lugares na “Champions”, via entrada direta e pré-eliminatórias, na Liga Europa e na fuga à descida de divisão.

O Benfica tem todas as condições para terminar o campeonato em segundo lugar e juntar-se ao FC Porto no acesso direto à Liga dos Campeões, ao receber a quase “condenada” União de Leiria.

Os leirienses atravessam um momento difícil: a rescisão de vários futebolistas – devido a ordenados em atraso – obrigou o clube, último classificado, a receber no último fim de semana o Feirense com apenas oito jogadores.

A equipa saiu goleada (0-4) e afundou-se ainda mais no último lugar. Entretanto, o presidente demissionário João Bartolomeu já disse que «ou os jogadores regressam ou o clube desiste da Liga», o que, a acontecer, provocará alterações na classificação.

A dúvida mantém-se e, até sexta-feira, prazo dado por Bartolomeu aos jogadores, existe a incógnita se o clube visitará a Luz ou se desiste do campeonato, ameaça que já pairou na semana passada, antes do embate com o Feirense.

Mesmo em caso de presença na Luz, a União de Leiria só muito dificilmente evitará uma descida “matemática”, num jogo em que o benfiquista Cardozo, em igualdade de golos com o bracarense Lima (19), vai procurar dar um passo decisivo para repetir, dois anos depois, o título de melhor marcador.

O Braga, em terceiro, entrou em linha descendente – não vence há quatro jornadas, precisamente desde que chegou à liderança da prova –, que vai tentar inverter na receção a um Beira-Mar já com a manutenção assegurada, isto numa altura em que o Sporting já só está a três pontos.

Os “leões” ainda podem alcançar o Braga, mas a situação é de elevado grau de dificuldade: se os bracarenses vencerem, os “leões” precisam de ganhar no Dragão para, na última jornada, poderem discutir em Alvalade com os arsenalistas o terceiro lugar.

Por seu lado, o Marítimo tem quase garantido o quinto lugar, de acesso à Liga Europa, numa jornada em que visita o Olhanense, e tem na perseguição o Vitória de Guimarães, a seis pontos, que visita o Feirense, ainda na fuga à despromoção.

Os vimaranenses também estão bem encaminhados para selar o sexto lugar, que, desportivamente, vale a Liga Europa, caso o Sporting vença a Académica na final da Taça: somam mais quatro pontos do que o Nacional, anfitrião do Gil Vicente.

No que respeita às contas da manutenção, e com a União de Leiria praticamente “condenada”, estão na luta Académica (15.ª, com 23 pontos), que tem o pior cenário, Feirense (14.º, com 24) e Rio Ave (13.º, com 27).

Os “estudantes”, que não vencem há 16 jornadas (nove derrotas e sete empates), recebem o Vitória de Setúbal, o Feirense também joga em casa, com o Vitória de Guimarães, e o Rio Ave visita o também já “salvo” Paços de Ferreira.

Em caso de igualdade pontual, a Académica tem vantagem nos confrontos diretos tanto com o Feirense como com o Rio Ave, mas está dependente não só de si, mas também dos resultados dos adversários para assegurar a continuidade na Liga principal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.