O Vitória de Guimarães eliminou 9073 sócios no processo de actualização
da sua massa associativa e passou a contar com 23 229, mas tem já o
objectivo, numa primeira fase, de atingir os 27 000.

Os números foram hoje apresentados durante a apresentação do “Showroom 2010/11” e o vice-presidente Alberto Oliveira explicou que esses sócios foram eliminados porque não pagavam quotas há dois ou mais anos.

Até ao final da temporada 2010/2011, a direção vitoriana pretende um aumento na ordem dos 15 por cento, o que colocaria a massa associativa nos 27 mil sócios.

Segundo Alberto Oliveira, o clube tem ainda por objectivo chegar aos 19 mil lugares anuais vendidos no Estádio D. Afonso Henriques, o que ultrapassaria os 16 980 da temporada transacta.

Entretanto, o clube vimaranense informou ainda que está marcada para a tarde de terça-feira uma conferência de imprensa no auditório do complexo desportivo vitoriano para uma “análise detalhada aos incidentes ocorridos no jogo” com o Sporting de Braga, da 25ª jornada da Liga 2009/2010.

Recorde-se que esses "incidentes", que marcaram o dérbi minhoto (terminou com a vitória dos bracarenses por 3-2), motivaram protestos do Vitória de Guimarães, que foram arquivados pela Comissão Disciplinar da Liga de clubes na semana passada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.