O presidente do Sporting, Godinho Lopes, chegou a acordo com o diretor geral comercial, Francisco Lopes, para a sua substituição por Valdemar Barreto, que passará a ter a responsabilidade por essa área.

«Esse acordo foi conseguido há duas semanas. Godinho Lopes quis aproveitar a crise de mercado para ter alguém da mesma valia auferindo metade das remunerações de Francisco Lopes», disse à agência Lusa fonte do Sporting, considerando o projeto que Valdemar Barreto tem para a área comercial como «muito interessante».

Francisco Lopes entrou para o Sporting pela mão do então vice-presidente para a área comercial, do marketing e da comunicação, Carlos Barbosa, para desempenhar o cargo de diretor comercial, trabalhando em estreita colaboração com o atual presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP).

Na sequência da demissão deste, consumada no final de janeiro, o presidente do Conselho Diretivo (CD), Godinho Lopes, distribuiu os pelouros de Carlos Barbosa por Francisco Lopes, que assumiu a responsabilidade pela área comercial, e por Rui Paulo Figueiredo, vogal do CD, que passou a ter a seu cargo a área da comunicação.

A demissão de Carlos Barbosa foi justificada, na altura, pelo Sporting, através de um comunicado, com «motivos pessoais e afazeres profissionais», enquanto o presidente do ACP alegou «motivos profissionais e a conclusão da reorganização comercial do clube» para explicar a sua da saída inesperada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.