Varandas Fernandes, vice-presidente do Benfica, considera que a situação dos encarnados no campeonato poderia ser bem diferente, não fosse as grandes penalidades que considera ter sido retiradas às águias.

Em declarações à Rádio Renascença, o dirigente encarnado voltou a apontar a mira à diferença entre as grandes penalidades marcadas a favor dos rivais e às marcadas a favor do Benfica.

"Bastava marcarem algumas das grandes penalidades, que todos viram que não foram marcadas, para termos mais oito pontos, pelo menos. E temos rivais com 12 grandes penalidades e nós temos zero. É esta realidade que se constata", disse.

Apesar da diferença pontual, Varandas Fernandes afirma que o título de campeão não é uma utopia, até pela luta que continua a existir entre todos os rivais. Contudo, admite, o segundo lugar já é mau para o Benfica.

"(...) Neste momento a luta é entre todos nós. É entre FC Porto, Sporting, SC Braga, estamos todos na luta. A nossa ambição é sempre ficar em primeiro, ficar em segundo já é mau para nós. Existem circunstâncias em determinadas épocas que não nos permitem que possamos ficar em primeiro lugar, não ficamos contentes com isso, mas aspiramos sempre a mais. Temos uma ambição que nos leva a acreditar que tudo é possível", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.