O avançado Vasco Costa, reforço que o Vitória de Setúbal contratou ao Fafe, do Campeonato Nacional de Seniores (CNS), revelou satisfação por ter a oportunidade de atuar na I Liga de futebol.

Apesar de frisar que a decisão de jogar cabe ao treinador Quim Machado, o atacante, de 23 anos, não esconde o desejo de se estrear no principal escalão do futebol luso.

"O primeiro passo era chegar à I Liga e já o consegui. Agora tenho de ir com calma e trabalhar arduamente para tentar entrar na equipa e dar alegrias aos adeptos", referiu hoje após mais uma sessão de treino.

Vasco Costa fez questão de agradecer aos colegas a forma como o receberam, ajudando-o na adaptação a uma nova realidade. "O CNS e a I Liga não têm comparação. O nível e o ritmo são totalmente diferentes. Aqui são muito mais elevados e o jogo é mais rápido. Tenho que me adaptar. É com esse objetivo que estou a trabalhar", sublinhou.

O avançado, que na época transata apontou 12 golos ao serviço do Fafe, não poupou elogios ao treinador Quim Machado. "É exigente e fala muito connosco. Dá-nos sempre dicas para estarmos bem poscionados dentro do campo. Estamos na 1.ª Liga e, para entrarmos bem no campeonato, temos de ter um treinador exigente", considerou.

Na sessão matinal, realizada no estádio municipal da Serra da Esgalhada, em Fornos de Algodres, o defesa Ruca, o médio André Horta e o avançado Forbes fizeram treino condicionado.

O primeiro teste do Vitória de Setúbal será no sábado, às 18:00, no Estádio do Fontelo, em Viseu, diante do Académico de Viseu, da II Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.