O Farense sofreu, domingo, a sua quarta derrota em cinco jornadas da I Liga 2020/21, ao perder por 1-0 em casa, no Estádio do Algarve, frente ao Rio Ave. O encontro foi decidido por um golo de Carlos Mané, à passagem do minuto 20, mas ficou marcado por um lance polémico logo no minuto inicial, com o resultado ainda em 0-0.

Desmarcado por um passe a rasgar a defesa vilacondense, Gauld surgiu isolado e desviou a bola para o fundo das redes, antes de chocar com o guarda-redes do Rio Ave, Kieszek. O árbitro apitou ainda antes da bola cruzar a linha de golo, assinalando falta do escocês, o que impediu que o VAR pudesse interferir, por não se tratar exatamente de um golo anulado.

VEJA O LANCE

No final da partida, o treinador do conjunto algarvio, Sérgio Vieira, apontou duras críticas à arbitragem da partida. "Foi inacreditável o que aconteceu hoje, pela equipa de arbitragem. Não foi só o golo. Foram tomadas de decisão, jogadores que fizeram faltas atrás de faltas e não levaram amarelo, as perdas de tempo do Rio Ave e depois só dá cinco minutos de compensação. Muitos aspetos que fomos vendo ao longo do jogo e que não vale a pena estar a enumerar, nem nos agarrar a isso, porque o árbitro pode ter também uma tarde infeliz, e teve-a", referiu o técnico do Farense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.