O Benfica sofreu para regressar às vitórias, esta quarta-feira, batendo em Vila do Conde o Rio Ave, por 2-1. Um golo de Mehdi Taremi, aos 26 minutos, colocou os vilacondenses na frente, mas os 'encarnados' viraram a partida na segunda metade, com golos de Seferovic, aos 64', e Weigl, aos 87'.

Pelo meio o Rio Ave ficou reduzido a nove elementos, na sequência das expulsões de Al Mustari e Nuno Santos, e ainda reclamou um penálti por suposta mão de Ferro.

Os casos do jogo

Al Musrati recebe cartão amarelo (15'): Primeiro o amarelo é exibido a Nuno Santos, mas depois de comunicar com o VAR, Luís Godinho atribui a falta sobre Pizzi a Al Musrati e exibe o cartão ao líbio.

Golo anulado ao Benfica (42'): Cruzamento de Taarabt, Dyego Sousa não chega. Rafa aparece nas costas da defesa vilacondense e finaliza. Luís Godinho recorreu ao VAR para verificar a posição do avançado brasileiro, foi ele mesmo visualizar as imagens e acabou por invalidar o golo dos 'encarnados'.

Al Musrati é expulso por acumulação de cartões amarelos (62'): Falta sobre Rafa, a cortar um contra-ataque rápido, o jogador vilacondense vê o segundo amarelo e é expulso.

Nuno Santos é expulso com vermelho direto (72'): Na disputa da bola, com a perna bem alta, o jogador dos vilacondenses acaba por atingir Pizzi. Inicialmente Nuno Santos viu o amarelo, mas Luís Godinho foi visionar as imagens e acabou por mudar a cor do cartão e dar ordem de expulsão.

Rio Ave reclama penálti de Ferro (79'):  Mehdi cabeceia na área encarnada, a bola desvia no central do Benfica. Luís Godinho manda jogar.

Diogo Figueiras é expulso com vermelho direto (90+2'): Luís Godinho foi até ao banco expulsar o jogador do Rio Ave, que já tinha saído, aparentemente por protestos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.