Luís Filipe Vieira continua a querer Jorge Jesus como sucessor de Bruno Lage e, apesar de o treinador português ter renovado recentemente o contrato que o liga ao Flamengo, uma questão poderá levá-lo a deixar o clube brasileiro e facilitar assim um eventual regresso à Luz. E essa questão passa pela realização ou não, este ano, da Taça Libertadores, que devido à COVID-19 parece estar em dúvida na América do Sul.

Segundo escreve esta quinta-feira o jornal 'O Jogo', Jorge Jesus a competição não tem ainda data de início agendada, devido à pandemia do novo coronavírus, e caso não se realize, o Flamengo pode ver sair os principais e o próprio treinador, depois de ter construído o plantel com o objectivo principal de revalidar a conquista do mais importante troféu de clubes do continente sul-americano.

O jornal 'O Jogo' sublinha, pois, que poderá estar aí a janela de oportunidade para que Luís Filipe Vieira veja o seu desejo concretizado e Jorge Jesus acabe por regressar ao Benfica para ocupar o cargo de treinador principal das 'águias', depois da saída de Bruno Lage no início da semana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.