Depois de dois empates nos dois primeiros jogos após o retomar da competição, que deixaram as 'águias' a dois pontos do líder FC Porto no topo da tabela, o Benfica prepara-se para visitar, esta quarta-feira, o terreno do Rio Ave com a equipa e o treinador sob enorme pressão.

De acordo com o 'O Jogo', o presidente Luís Filipe Vieira fez questão de manter uma conversa com os capitães Jardel, André Almeida e Pizzi onde deu conta da exigência máxima para a deslocação a Vila do Conde.

Vieira terá, segundo escreve aquela publicação na sua edição desta terça-feira, feito questão de dizer que está do lado do grupo, salientando contudo que só admite um resultado na visita ao Rio Ave. E esse resultado é a vitória, de forma a impedir que o FC Porto se distancie ainda mais na tabela.

Apesar de ter garantido apoio à equipa, Vieira não terá deixado de expressar a sua revolta pelos pontos perdidos nos dois jogos após o regresso à competição, lembrando que, ao contrário de outros, o Benfica não tinha feito qualquer corte salarial ou aplicado medidas penalizadoras para o plantel, sentindo-se assim legitimado para exigir vitórias à equipa neste regresso à ação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.