“A Associação Académica de Coimbra/Organismo Autónomo de Futebol vem por este meio informar todos os seus Sócios, simpatizantes e demais interessados que André Villas Boas irá continuar como treinador dos “estudantes”, pode ler-se no comunicado

Os “estudantes” informam que “não chegaram a acordo com o Sporting para a transferência do técnico para Alvalade, pelo que Villas Boas irá assim permanecer em Coimbra”.

Em declarações ao site, o técnico diz ter ficado “muito honrado com o interesse do Sporting, mas qualquer decisão do presidente da Académica seria tido em conta” por ele. André Villas Boas sublinha que se “sente perfeitamente integrado no projecto que foi proposto”.

Segundo o Diário de Notícias, no seu site, os dois clubes não chegaram a acordo por 250 mil euros, uma diferença demasiado baixa para não levar o acordo avante. O Sporting oferecia 750 mil euros, mas a Academica exigia um milhão de euros pela desvinculação do técnico.

André Villas Boas era apontado como o mais provável sucessor de Paulo Bento, que se demitiu há uma semana do comando técnico dos leões.
José Eduardo Bettencourt, que esta tarde vai estar em Valpaços nas comemorações da Casa do Sporting, continua, assim, sem um treinador para a equipa principal. O técnico da Académica era dado como certo em Alvalade mas esta manhã, através de um comunicado enviado à CMVM, os leões negaram o acordo apesar de confirmarem contactos com a Académica.

Com Villas Boas fora do baralho, Bettencourt tem agora de contar com as alternativas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.