O Vitória de Guimarães associou-se hoje a uma ação contra a violência doméstica, com os jogadores a entrarem com nomes de mulheres nas camisolas, na partida com o Boavista, da 26.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Numa iniciativa da Associação de Apoio à Vítima (APAV) e da operadora de telecomunicações Altice, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, cada futebolista vitoriano apareceu com o nome de uma mulher na sua camisola, em vez do seu, com o intuito de homenagear as "mulheres vítimas do flagelo", indica uma nota entregue pelo clube minhoto aos jornalistas.

As camisolas vitorianas apareceram ainda com o logótipo da operadora que patrocina o clube alterado para a versão da campanha, denominada "Não fique à espera", e vão ser leiloadas. O valor desse leilão vai reverter a favor da APAV.

Esta campanha arrancou em 08 de março, Dia Internacional da Mulher, e vai-se estender até ao final do mês, com a operadora a disponibilizar, para quem contactar os seus serviços, uma opção de reencaminhamento para a Linha de Apoio à Vítima, da APAV, e a doar um euro a essa associação por cada mensagem grátis enviada para o número 12250.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.