A direção do Vitória de Guimarães vai instaurar um processo disciplinar a Emílio Macedo da Silva, que pode culminar com a expulsão de sócio do antigo presidente, revelou hoje à agência Lusa fonte do clube.

O processo de inquérito à gestão do ex-presidente do Vitória está concluído e, nesse seguimento, vai ser instaurado um processo disciplinar a Emílio Macedo da Silva, que pode redundar na sua expulsão.

Em junho de 2012, durante uma assembleia-geral extraordinária do Vitória de Guimarães, já um associado tinha pedido a expulsão de sócio do Vitória de Guimarães do antigo dirigente.

Emílio Macedo da Silva foi eleito duas vezes presidente do Vitória de Guimarães, primeiro em 2007, depois em 2010, mas não terminou o último mandato, tendo a sua direção pedido a demissão em fevereiro de 2012, tendo-lhe sucedido Júlio Mendes.

Finalizado o processo disciplinar, Emílio Macedo da Silva pode recorrer ainda para o Conselho de Jurisdição do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.