O Vitória de Setúbal, da I Liga portuguesa de futebol, confirmou hoje que a Polícia Judiciária (PJ) efetuou buscas nas suas instalações no Estádio do Bonfim.

Em comunicado publicado na página oficial do clube, a administração presidida por Vítor Hugo Valente sublinha que as buscas são referentes a factos ocorridos antes de dezembro de 2017, altura em que a sua direção foi eleita.

"Mais se esclarece que o objeto da investigação se reporta a factos ocorridos em data anterior ao início do mandato da atual direção e administração", refere o texto.

Na curta nota emitida, o Vitória de Setúbal, clube da I Liga portuguesa de futebol, frisa a sua disponibilidade total para colaborar com a investigação.

"Foi prestada toda a colaboração solicitada como, aliás, é apanágio da nossa Instituição. O processo encontra-se em segredo de justiça", lê-se no comunicado.

A PJ do Porto realizou hoje 14 buscas domiciliárias e 10 não domiciliárias, quatro das quais em sociedades desportivas, por suspeitas de corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e oferta ou recebimento indevido de vantagem.

A informação foi prestada pela Procuradoria-Geral Distrital do Porto, num inquérito que se investigam factos "suscetíveis de integrar os crimes de corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e oferta ou recebimento indevido de vantagem".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.