António Pires de Andrade, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Benfica, emitiu este domingo um comunicado no qual anunciou que os votos das últimas eleições do clube da Luz já foram recontados e que Luís Filipe Vieira foi efetivamente o vencedor do ato eleitoral.

Na nota pode ler-se que "cerca de 30 trabalhadores e dirigentes da empresa multinacional PROSEGUR" procederam ontem "à contagem dos votos físicos depositados nas urnas, após o exercício de votação por meio eletrónico".

"Verificámos que todas as urnas se encontravam com todos os selos em perfeito estado, facto que atesta que nenhuma urna foi objeto de qualquer tentativa de abertura e a chave, que permitiria a abertura de qualquer uma, se encontrava em envelope também devidamente selado", acrescentam os encarnados.

Assim sendo, o Benfica garante que "a qualidade de todos os votos apresentava-se em excelente estado, não merecendo qualquer dúvida, em qualquer voto, a indicação da lista votada e o número de votos expressos."

Recorde-se que, nas eleições mais concorridas da história do emblema lisboeta, que decorreram a 28 de outubro do ano passado, nas quais votaram 38.102 sócios, Luís Filipe Vieira foi reconduzido para um sexto mandato como presidente, recebendo 62,59% dos votos e batendo João Noronha Lopes (34,71%), e Rui Gomes da Silva (1,64%).

O comunicado do Benfica

"Caros Consócios, Caros Benfiquistas:
Procedemos ontem, através da colaboração de cerca de 30 trabalhadores e dirigentes da empresa multinacional PROSEGUR, contratada pelas estruturas do Benfica, à contagem dos votos físicos depositados nas urnas, após o exercício de votação por meio eletrónico dos Sócios que, em 28 de outubro passado, se apresentaram nos diversos locais de votação para elegerem os Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica.

Verificámos que todas as urnas se encontravam com todos os selos em perfeito estado, facto que atesta que nenhuma urna foi objeto de qualquer tentativa de abertura e a chave, que permitiria a abertura de qualquer uma, se encontrava em envelope também devidamente selado.

Todas as urnas foram recolhidas em outubro passado pela empresa multinacional alemã REISSOLF – Secret Service e guardadas nas suas instalações secretas e transportadas por ela própria no dia de ontem para a empresa PROSEGUR, onde se procedeu às suas aberturas e contagem dos votos depositados.

A qualidade de todos os votos apresentava-se em excelente estado, não merecendo qualquer dúvida, em qualquer voto, a indicação da lista votada e o número de votos expressos.

O total de urnas foi de 34, sendo 24 de pontos de votação fora de Lisboa e 10 do local de votação do Pavilhão junto do nosso Estádio.

Das 24 de fora de Lisboa, constatámos que só sete demonstraram algumas divergências entre o total de votantes indicados pelo voto eletrónico e o voto físico:

Urna 2 – Algueirão/Mem Martins. Voto eletrónico: 1791 votantes; voto físico: 1787 votantes. Diferença de menos 4 votantes;

Urna 6 – Castelo Branco. Voto eletrónico: 569 votantes; voto físico: 558 votantes. Diferença de menos 1 votante;

Urna 13 – Leiria. Voto eletrónico: 1107 votantes; voto físico: 1106 votantes. Diferença de menos 1 votante;

Urna 14 – Montijo. Voto eletrónico: 1558 votantes; voto físico: 1557 votantes. Diferença de menos 1 votante;

Urna 20 – Seixal. Voto eletrónico: 1469 votantes; voto físico: 1466 votantes. Diferença de menos 3 votantes;

Urna 21 – Viana do Castelo. Voto eletrónico: 418 votantes; voto físico: 415 votantes. Diferença de menos 3 votantes;

Urna 24 – Viseu. Voto eletrónico: 707 votantes; voto físico: 704 votantes. Diferença de menos 3 votantes;

Urnas 25 a 34 – Lisboa. Voto eletrónico: 13 922 votantes; voto físico 13 799 votantes. Diferença de menos 123 votantes.

As diferenças verificadas entre o número de votantes das sete urnas indicadas e as 10 de Lisboa foram distribuídas, essencialmente, pelas Listas A e B e a diferença total de votantes não ultrapassou os 139 votantes, que representa cerca de 0,35% em relação ao total de votantes em todo o ato eleitoral.

Sem dúvida que podemos concluir que o voto eletrónico é fiável, mas deixo aos caros consócios e simpatizantes do Benfica tirarem as suas conclusões.

Termino, desejando a todos os que se encontram de férias uns agradáveis dias de repouso e à nossa equipa de futebol que vai iniciar a sua caminhada para ingresso na Champions que ela seja corroborada de sucesso para alegria de todos nós.

Saudações Benfiquistas!

Lisboa, 1 de agosto de 2021

António Pires de Andrade

Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.