O avançado brasileiro Wagner, do Tondela, assegurou hoje que a manutenção dos ‘auriverdes’ na I Liga, em ano de estreia, foi fruto do trabalho da equipa e não obra do acaso.

"Não foi milagre [a manutenção na I Liga de futebol assegurada na derradeira jornada], foi fruto do trabalho da equipa. E este ano o objetivo é o mesmo: manter o clube, com muita humildade, trabalho e acreditar sempre nos nossos objetivos", defendeu.

No segundo dia da pré-época 2016/17, Wagner sublinhou que ainda faltam alguns jogadores para fechar o plantel do Tondela, no entanto, não tem dúvidas de que se está a construir "um bom grupo".

"Sabemos que vai ser mais difícil que o ano passado, vai ter mais equipas competitivas, com duas equipas que subiram e vão querer manter-se. Temos de continuar o nosso trabalho, continuar como acabámos, para conseguir o nosso objetivo que é a manutenção", acrescentou.

Quanto aos objetivos individuais, o avançado do clube ‘beirão’ apontou que irão sobressair naturalmente se a equipa estiver bem.

"Individualmente tenho um objetivo traçado, mas primeiro está o grupo e o objetivo da manutenção. Se a equipa estiver bem, o individual vai sobressair naturalmente", rematou.

Os atletas do Tondela realizam hoje exames isocinéticos na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), estando previstos para quarta-feira, quinta e sexta-feira treinos bidiários no Estádio João Cardoso, em Tondela.

A 08 de julho, o plantel 'auriverde' parte para o Centro de Estágios do Luso, permanecendo em estágio até dia 16 de julho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.