Washington Alves, pai do defesa Bruno Alves, revelou esta terça-feira que o Sporting tentou contratar o filho no verão, no entanto, a proposta apresentado pelos "leões" ficou abaixo dos valores salariais pretendidos pelo atleta.

"Houve a possibilidade de ele vir para o Sporting, mas a proposta não foi para a frente e acabou por ficar na Turquia. O Bruno saiu de Portugal para melhorar a sua vida. Não iria voltar sem as mesmas condições que tem atualmente", admitiu Washington Alves, em declarações à Renascença.

"O Bruno continua a ter um contrato até ao fim da presente temporada com o Fenerbahçe. Tem vindo a jogar e vai continuar até ao fim da época a menos que no mercado de janeiro exista a possibilidade de ir para uma outra equipa que o pretenda".

"É natural que o venha a fazer. Por ser o último ano de contrato e se não houver renovação, a partir de janeiro pode assinar por outro clube. O Bruno é um profissional e está aberto quer o regresso [a Portugal] quer a permanência no estrangeiro."

No entanto, o também empresário do internacional português não descarta um eventual regresso a Portugal do filho.

"O Bruno adora Portugal. É um patriota. Quando terminar a carreira regressará à Povoa de Varzim. Nos últimos anos da carreira, depende do interesse dos clubes. Em Portugal, os jogadores terminam a carreira muito cedo. Por isso, a idade do Bruno poderá ser um peso", frisou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.