O FC Porto conseguiu regressar aos golos mas teve de esperar até ao tempo extra do encontro com o SC Braga para se reconciliar com a baliza adversária. Dos pés de Rui Pedro saiu a bola que deu em golo e numa vitória para os 'azuis e brancos'.No relvado do Estádio do Dragão, a equipa de Nuno Espírito Santo teve de se aplicar para bater Marafona que esteve em grande forma e fez os possíveis para evitar a quebra da igualdade. Para conseguir a primeira vitória em seis jogos os 'dragões' tiveram de duplicar a sua produção ofensiva.

Olhando para as últimas jornadas do campeonato, o FC Porto apresenta uma média de 13 remates por jogo. No duelo frente aos 'bracarenses' a produção ofensiva dos 'dragões' passou de 13 tentativas para 26, mais do dobro de remates efetuados que não resultaram em golo. André Silva foi a cara dos desperdício 'azul e branco' ao tentar a sua sorte por seis ocasiões sem sorte. Até de grande penalidade o jogador ficou em branco perante Marafona.

Com efeito, este foi o quinto jogo em branco para o internacional português. Também Brahimi esteve com a pontaria desafinada. O argelino entrou durante a primeira parte para o lugar do lesionado Otávio e ainda tentou por cinco vezes bater Marafona sem sucesso.

O jogo frente ao SC Braga não foi o primeiro em que os 'azuis e brancos' estiveram até ao fim para chegar à vantagem. Num jogo de muitos paralelismos com o de sábado passado, o FC Porto bateu o Estoril pela margem mínima com um golo no tempo extra. Tal como no Dragão, a equipa de Nuno Espírito Santo terminou com mais de 20 remates em que só um dele conseguiu bater Moreira na baliza dos adversários.

Fora do campeonato a sorte dos 'dragões' não foi diferente. A eliminação perante o Chaves na quarta eliminatória da Taça de Portugal decorreu num jogo em que, após 120 minutos, não houve golos. Mesmo na marca das grandes penalidades, os 'dragões' mostraram-se perdulários.

Na Taça da Liga manteve-se o embargo aos golos por parte da equipa nortenha. Desta feita contra o Belenenses, a equipa portista voltou a empatar depois de Nuno Espírito Santo ter feito muitas alterações em prole de ser uma competição com menos interesse para a sua equipa.

Depois de regressar aos golos e às vitórias, o FC Porto vai voltar a ter um jogo decisivo, mas na Europa. A equipa dos 'dragões' vai receber os campeões de Inglaterra, Leicester City, num encontro que dita a passagem para os oitavos de final da Liga dos Campeões ou, no pior caso, da ida para a Liga Europa. Recorde-se de que os 'dragões' estão inseridos num grupo que conta, para além do Leicester City, com Copenhaga e Bruges.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.