O Arouca desperdiçou este domingo a oportunidade de se afastar do Leixões na luta pelo segundo lugar na II Liga portuguesa de futebol, ao empatar em casa com a Naval 1.º de Maio (1-1), na 39.ª jornada.

Depois de o Leixões ter empatado na véspera no terreno do Vitória de Guimarães B, o Arouca não conseguiu aproveitar o deslize, mantendo os dois pontos de avanço na luta pela última vaga da subida.

Com casa cheia, o Arouca começou e, logo aos dois minutos, Roberto rematou com muito perigo, mas ligeiramente ao lado. O mesmo jogador, aos 10 minutos, tirou dois defesas da frente e colocou a bola em André Claro, que permitiu a defesa ao guardião da Naval.

A Naval não se intimidou com a entrada forte do Arouca e Tinoco, à passagem do quarto de hora, de livre, colocou a bola junto ao canto superior direito da baliza arouquense, mas Serginho sacode no momento certo.

Aos 36 minutos, Pedro Moreira desmarcou-se na área adversária e não fosse o passe para André Carvalhas não ter saído nas melhores condições, o golo podia ter surgido.

A terminar a primeira parte, Roberto podia ter marcado, mas o remate volta a sair rente ao poste esquerdo.

Aos 60 minutos, após um alívio da defesa da casa, Regula colocou a bola na área e Télinho aproveitou uma falha do guarda-redes Serginho para colocar a Naval em vantagem.

O golo do empate do Arouca chegou aos 80 minutos, após um canto, com Clemente a aproveitar uma sobra de bola.

Até ao final, o Arouca tentou dar a volta ao resultado, mas a Naval foi sempre uma equipa forte defensivamente, e atenta nas marcações.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.