O presidente do CD Fátima, da Liga de Honra de futebol, anunciou hoje ter apresentado a demissão do cargo, tendo sido acompanhado nessa decisão por oito dos restantes 10 elementos da direcção.

A decisão foi anunciada através de uma declaração sem direito a perguntas após o jogo com o Arouca, que os ribatejanos venceram por 1-0, em partida da 25.ª jornada da prova.

Luís Albuquerque disse estar a viver sentimentos antagónicos, já que estava «feliz por o CD Fátima ter saído debaixo da linha de água», mas, por outro lado, está demissionário desde quinta-feira, altura em que entregou a carta de demissão ao presidente da assembleia-geral, Nazareno do Carmo.

Numa comunicação muito breve, o dirigente considera que a sua permanência na direcção «é prejudicial para o clube» e que o CD Fátima «está acima de todos os interesses pessoais».

Sem concretizar as razões que o levaram a tomar esta decisão, numa altura em que a equipa luta pela permanência na Liga de Honra, Luís Albuquerque disse que esta decisão «é a que melhor defende os interesses do clube».

Caberá agora a Nazareno do Carmo tomar uma decisão sobre o pedido de demissão apresentado por nove dos 11 elementos da direcção.

Luís Albuquerque ocupava o cargo de presidente do CD Fátima há quase três anos, tendo sido reeleito para um novo mandato em Maio do ano passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.