Os agentes desportivos da província do Cuanza Sul pediram esta quinta-feira aos atacantes da seleção angolana de futebol maior eficácia e determinação no jogo de sábado, frente à congénere da República Centro-Africana (RCA), no Estádio da Tundavala, na província da Huila, em jogo da primeira jornada do grupo B de apuramento ao CAN2017, no Gabão.

Em declarações à Angop no Sumbe, para perspetivar a partida do combinado angolano, os agentes desportivos consideraram que Angola tem um conjunto forte e que dá garantias para vencer esta partida.

Segundo Gildo Venâncio, presidente do Benfica do Sumbe, a equipa evoluiu bastante, além de estar com uma média de idade muito jovem, demonstrando capacidade de reter e fazer jogar a bola com maior facilidade e tirar bom proveito neste encontro.

"A seleção tem que jogar ao ataque sem descurar o meio campo e a defesa, visto que o adversário possui jogadores muitos fortre", disse Gildo Venâncio.

Para o presidente da APF, José Ventura, os Palancas Negras devem aproveitar todas oportunidades para conquistar os três pontos. "Estamos cientes de que não será um jogo fácil, mas a 'rapaziada' está motivada para vencer este jogo", disse José Ventura.

O professor Alberto Silveste adiantou que é chegado o momento de a seleção angolana demonstrar ao seu público o que sabe fazer em campo, com uma vitória neste jogo. "Temos que entrar com espírito ganhador, para que os nossos avançados não desperdicem as oportunidades que tiverem", frisou o professor.

Angola está integrada no grupo B juntamente com as seleções de RCA, Madagáscar e RD Congo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.