O técnico interino da seleção angolana de futebol, José Kilamba, poderá não orientar os Palancas Negras durante o CHAN do Rwanda, por não possuir licença da CAF que o habilita a dirigir seleções ou clubes da primeira divisão.

Em declarações ao canal desportivo da Rádio Nacional de Angola (Rádio 5), o presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Pedro Neto, disse que o treinador, apesar de ter curso superior em futebol, não está licenciado pela CAF, ao contrário do seu adjunto André Makanga, por isso corre o risco de não poder se sentar no banco do conjunto angolano nesta competição reservada a atletas que evoluem nos seus países.

No passado mês de Novembro realizou-se em Luanda o primeiro curso da CAF de licenciamento de nível C para treinadores. Segundo Pedro Neto, o Kilamba não participou por sua decisão e agora está a pagar por isso.

Ainda assim, adiantou, em função do seu invejável currículo, com passagens nos escalões mais jovens a nível das seleções, a FAF procura junto da CAF uma solução administrativa de exceção para que ele possa orientar os Palancas a partir do banco.

A seleção efetua um estágio pré-competitivo na África do Sul, onde quarta-feira empatou a um golo com a Nigéria, no seu primeiro jogo amistoso. Dia 9 defronta o Mali, 10 a Zâmbia e 12 encerra com a Guiné Conacry.

No CHAN do Rwanda, a decorrer de 16 de Janeiro a 7 de Fevereiro, Angola integra o grupo B, com as seleções da República Democrática do Congo, Etiópia e Camarões, sendo este último adversário de estreia a 17 deste mês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.