Lúcio Antunes falou pela primeira vez do porquê de não ter convocado Lito para a Taça das Nações Africanas em futebol. O selecionador de Cabo Verde afirmou que o experiente jogador de 37 anos foi o primeiro a saber que não iria ao CAN´2013.

«Fizemos jogos de qualificação em junho, setembro e outubro. Em maio, falei com o Lito e expliquei-lhe que dificilmente seria convocado. É que nós jogamos em 4-4-2 e eu tinha de levar dois jogadores para cada posição, ou seja, quatro avançados. Excecionalmente acabei por chamar cinco: Djaniny, Júlio, Heldon, Ryan, e Zé Luís, que depois foi substituído por Rambé. O Lito deu muito a seleção de Cabo Verde mas eu não tenho de olhar para o passado, tenho de ter em conta o futuro, ter jogadores que possam ajudar Cabo Verde no futuro», explicou o selecionador de Cabo Verde.

Lúcio afirmou que apesar de o jogador ter ficado triste com a decisão, os dois continuam a ter uma boa relação: «Fui amigo do Lito, sou amigo do Lito e continuarei a ser seu amigo. Mas o futebol é isto, são decisões que temos de tomar», explicou.

O avançado Lito foi um dos jogadores preteridos por Lúcio Antunes para a inédita presença de Cabo Verde numa Taça das Nações Africanas. Apesar de ser um dos mais internacionais de sempre dos Tubarões Azuis, o avançado de 37 anos ficou fora da lista dos 23.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.