“À ADoP apenas interessa a defesa da sua decisão no processo principal”, disse a mesma fonte.

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) aceitou hoje o pedido de efeito suspensivo do castigo aplicado pela ADoP ao ex-seleccionador nacional de futebol Carlos Queiroz.

“A ADoP já tinha tornado público que não se opôs a este pedido do ex-seleccionador nacional, através de um comunicado revelado quarta-feira”, disse fonte oficial do organismo.

Com esta decisão, Queiroz pode voltar a treinar clubes ou selecções.

Queiroz foi castigado com seis meses de suspensão pela Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP), na sequência de insultos durante um controlo antidoping à selecção portuguesa, realizado a 16 de Maio, aquando do estágio de preparação para o Mundial de 2010.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.