Carlos Marta, candidato à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), vai apoiar uma lista «independente e autónoma” ao Conselho de Arbitragem apresentada pela associação da classe.

Em comunicado hoje divulgado, a candidatura de Carlos Marta «assume publicamente o princípio de total autonomia administrativa e técnica do sector da arbitragem», considerando que tem havido «algumas tentativas por parte de outra candidatura para condicionar o sector da arbitragem nacional».

O atual presidente da Câmara Municipal de Tondela, que apresenta oficialmente a candidatura na próxima sexta-feira, reforça que esta opção vai permitir que este sector “se reveja em termos de qualidade, competência e profissionalismo”.

«Esta posição, sem precedentes em eleições anteriores (...), constitui uma nova forma de abordar o futebol português e procura marcar um novo tempo», reforçou o candidato.

Fernando Gomes, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, e António Sequeira, ex-secretário-geral da FPF, são também candidatos às eleições da FPF.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.