O internacional português Danny informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol que não vai comparecer à concentração da seleção na segunda-feira para os jogos com Islândia e Dinamarca do Euro2012, por «incontornáveis razões de ordem pessoal».

«Pelo respeito e consideração que me merece o povo português, cumpre-me informar que tive hoje que comunicar aos responsáveis da Federação a minha total impossibilidade de comparecer no estágio da seleção nacional que tem início previsto para segunda-feira», disse à Agência Lusa Danny, que invoca razões de natureza pessoal para falhar estes jogos da fase de apuramento para o Europeu.

Na origem da decisão estão, segundo Danny, «incontornáveis razões de ordem pessoal», as quais, inclusivamente, o impedem de «sair da Rússia nos próximos dias», tal como o impediram que fizesse esta comunicação «em tempo mais oportuno».

Para evitar qualquer «hipotética relação especulativa» que venha a surgir face a «outras situações vividas por atuais e ex-colegas da seleção», Danny “vincou” que as razões que o levaram a tomar esta decisão «são do mais estrito foro pessoal».

«Mantenho com todo o `staff´ diretivo e técnico da seleção as melhores relações pessoais e institucionais», reforçou Danny, fazendo questão de relevar este aspeto para não dar azo a especulações.

A rematar, Danny expressou o «desejo fervoroso de felicidades» a todos os colegas, no sentido de que consigam as «duas desejadas vitórias no caminho do apuramento para o Euro2012», para o que vão certamente contar com o «incondicional apoio» do povo português.

Danny junta-se assim às duas “baixas” importantes já conhecidas para a operação Islândia e Dinamarca, as do defesa central e do lateral esquerdo do Real Madrid, Pepe e Fábio Coentrão, respetivamente.

Outra “baixa” já adquirida desde o estágio para a partida com o Chipre era a de Ricardo Carvalho, depois do incidente de natureza disciplinar de que foi protagonista e que culminou com a sua renúncia da seleção e o castigo de um ano de suspensão que lhe foi aplicado pela direção da Federação.

A seleção portuguesa recebe no dia 7 de outubro (sexta-feira) a Islândia, no estádio do Dragão, e de seguida desloca-se a Copenhaga para defrontar a Dinamarca, no dia 11, (terça-feira), em dois jogos decisivos para o apuramento no Grupo H, neste momento liderado por Portugal, Dinamarca e Noruega (mais um jogo), todos com 13 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.