O segundo ponto, n.º 2 do artigo 35.º,  já foi aprovado na Assembleia-Geral extraordinária da Federação Portugesa de Futebol (FPF), que decorre na sede do organismo em Lisboa. Este ponto tinha a ver com a composição da Assembleia-Geral e foi aprovado com com 389 votos a favor e 94 contra e gerou uma acesa discussão entre os presidentes de Coimbra, Horácio Antunes, e Braga, Carlos Coutada.

A AG continua com a discussão o último ponto: a definição e direitos de votação dos delegados na AG.

A Assembleia-Geral da Federação decorre sem as presenças do presidente, Gilbero Madaíl, e o do vice-presidente, Amândio de Carvalho, ausentes por doença.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.