Laurentino Dias reafirma a necessidade de aprovar os novos estatutos da FPF.

«É uma obrigação muito simples, afinal: cumprir a lei, cumprir os regulamentos e honrar, na parte que lhes toca, o futebol português», referiu o governante, lembrando o êxito conseguido pelas três equipas portuguesas que garantiram presença nos “quartos” da Liga Europa.

Laurentino Dias desejou que os bons resultados de Benfica, Sporting de Braga e FC Porto, «façam reflectir os dirigentes que amanhã (sábado) têm oportunidade de estragarem um dia histórico e portarem-se ao nível dos clubes portugueses».

O secretário de Estado, que falava após a apresentação dos dados relativos a controlos antidoping em 2010, afirmou que a obrigação de «100 por cento dos sócios da FPF é aprovar os estatutos em conformidade com a legislação portuguesa, e com os regulamentos da FIFA e da UEFA».

A Assembleia-Geral da FPF vai discutir e votar sábado os novos estatutos federativos, já conformes com o novo Regime Jurídico das Federações Desportivas.

O Governo suspendeu o Estatuto de Utilidade Pública Desportiva da FPF e, caso decida pela sua revogação, isso custará a suspensão das selecções e equipas portuguesas das competições internacionais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.