Carlos Queiroz reagiu à decisão do TAS, que o ilibou do castigo que lhe foi imposto pelo ADoP, deixando mensagens aos principais intervenientes neste processo.

Em relação a Laurentino Dias, o antigo seleccionador nacional deixou um desejo.

«Espero que o Sr. Laurentino Dias, num último gesto de dignidade – se é que há alguma dignidade em qualquer um dos seus actos -, antes de sair do governo, tenha a coragem de demitir o Sr. Luís Horta, que viciou depoimentos e documentos para se chegar a uma vendeta pessoal que serviram numa bandeja a algumas pessoas.»

Já relativamente a Gilberto Madaíl, Carlos Queiroz voltou a referir que o presidente da FPF sempre esteve a seu lado e pede que agora volte a estar, contando a verdade:

«Deixo ao Dr. Madaíl a sugestão para que possa denunciar aquilo que se passou e que me sugira qual deve ser o meu próximo passo, depois de toda a infâmia porque passei.»

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.